Os dois edifícios aqui apresentados fazem parte do empreendimento Parque da Cidade, um amplo projeto localizado às margens do Rio Pinheiros, dividido em 4 setores, contando com edifícios comerciais, corporativos, residenciais e hoteleiros. As duas torres sob a responsabilidade da França e Associados Projetos Estruturais, situadas no setor C, são a Torre Corporativa - Ed. Sucupira (C1) e a Torre Office - Ed. Tarumã (C2). A Torre C1, de 115m de altura, possui 24 pavimentos, contando com um heliponto projetado em estrutura metálica. Já a Torre C2, de 125m de altura, é composta por 36 pavimentos. No nível do térreo encontra-se um espaço livre arborizado, o lobby de entrada para as duas torres, o acesso para veículos e uma área para instalação de um café.

Para a Torre C1, foi adotado o sistema com pilares-parede (shear wall) compondo um núcleo rígido e pilares retangulares moldados “in-loco”. Foram adotadas também pré-vigas e o sistema de lajes alveolares pré-moldadas protendidas. Tal sistema possibilitou vencer vãos de 7,5 a 10m para as vigas com alturas de 60cm e vãos de 10m para as lajes alveolares protendidas com espessura total de 27cm.

Para a Torre C2, foi adotado o sistema com pilares-parede compondo um núcleo rígido, pilares retangulares moldados “in-loco” e laje cogumelo sem capitel, protendida com cordoalhas engraxadas. Este sistema de laje permitiu trabalhar com vãos de 10m para uma espessura de laje reduzida de 20cm de altura no pano principal e faixas com 30cm na região próxima aos caixilhos.

As ações do vento, simuladas em túneis de vento em laboratórios no Brasil e no Canadá, são resistidas, na Torre C1, pelos pilares parede formados pelo núcleo dos elevadores e escadas, e pelas vigas que os conectam aos pilares da fachada, formando pórticos. Na Torre C2, tais ações são resistidas pelos pilares-parede formados pelo núcleo dos elevadores e escadas e também pelos pilares-parede nas empenas de fachada. As lajes, nas duas torres, atuam como um diafragma rígido e tem a função de distribuição dos esforços para todos os elementos estruturais. Os ensaios de túnel de vento foram importantes para a otimização e dimensionamento da estrutura que é bastante esbelta, principalmente na Torre C2.

Arquitetura | Aflalo e Gasperini Arquitetos
Incorporadora e Construtora | BMX Empreendimentos Imobiliários e Participações S.A. e Odebrecht Realizações Imobiliárias e Participações S.A.
Área do terreno |15.701m²
Área construída |111.873m²
Local | São Paulo, SP
Início do projeto | 2011
Conclusão da Obra | 2015
Certificação | LEED ND (Neighborhood Development)